Diana

A história acontece na cidade de São Paulo no final dos anos sessenta e conta a saga de um professor de línguas de um colégio da periferia descrente e cansado das palavras das pessoas e que prefere conversar com as coisas. Traído pela mulher, só dá crédito ao que dizem os inanimados. Sai de casa e se apaixona pela escultura Saindo do Banho, de Victor Brecheret, instalada no Largo do Arouche, a quem batiza de Diana. Confundido com um militante de esquerda, o professor é sequestrado por agentes da polícia paramilitar da ditadura. DIANA se concentra nesse curto momento em que ele se encontra nesse cativeiro, um não lugar onde busca entender o seu desentendimento. Em oito cenas curtas o personagem revive suas crenças e suas paixões, seus sonhos e seus delírios.

A história acontece na cidade de São Paulo no final dos anos sessenta e conta a saga de um professor de línguas de um colégio da periferia descrente e cansado das palavras das pessoas e que prefere conversar com as coisas. Traído pela mulher, só dá crédito ao que dizem os inanimados. Sai de casa e se apaixona pela escultura Saindo do Banho, de Victor Brecheret, instalada no Largo do Arouche, a quem batiza de Diana. Confundido com um militante de esquerda, o professor é sequestrado por agentes da polícia paramilitar da ditadura. DIANA se concentra nesse curto momento em que ele se encontra nesse cativeiro, um não lugar onde busca entender o seu desentendimento. Em oito cenas curtas o personagem revive suas crenças e suas paixões, seus sonhos e seus delírios.

Categoria:
Monólogo,
Classificação:
14 anos
Duração:
1h 0m
Elenco:
Celso Frateschi
Diretor:
Rudifran Pompeu
De:
Celso Frateschi
  1. Teatro Ágora R. Rui Barbosa, 672 - Bela Vista - Tel: 3141-2772 Apresentações: Sáb 21h, R$20 | Dom 20h, R$20 | Seg 21h, R$20 Temporada: A partir de 12/10/2019 até 16/12/2019

ESPETÁCULOS EM DESTAQUE