Leitura pública dramática e lançamento do projeto Macbeth – Som e Fúria

No dia 8 de agosto, às 20h, no Itaú Cultural, é realizado o lançamento do projeto Macbeth – Som e Fúria, com a leitura dramática da peça de Wiliam Shakespeare. A narrativa evolui sobre a história do personagem homônimo, que, seguindo a profecia de três bruxas, inicia uma árdua jornada em busca do trono escocês. No palco, os atores Djin Sganzerla e André Guerreiro Lopes, também diretor da produção, emprestam as vozes aos emblemáticos personagens da obra. Quem assina a produção é Alexandre Brasil. Em 2012 ele iniciou o Projeto 39, que prevê a montagem, em 10 anos, das 39 obras completas do dramaturgo inglês. Ele as produziu no século XVII e, passados quatrocentos anos, mantem-se atuais.

 

Leitura dramática Macbeth e lançamento do projeto – Som e Fúria no Itaú Cultural

Crédito: André Guerreiro Lopes

 

Para transportar o público para o suspense evocado pela peça, foi desenvolvida uma ambientação sonora pelo músico Gregory Slivar, que, ao vivo, cria os

sons presentes no texto. A ideia do diretor é evocar a potência da imaginação por meio desta sonorização singular, pesquisada para o projeto. A partir dos ouvidos o público tem a oportunidade não apenas de ouvir as vozes do principal personagem e de sua esposa, Lady Macbeth, mas também o som das guerras travadas por eles em nome da coroa da Escócia. Além disso, uma projeção com imagens em câmera lenta é utilizada durante toda a leitura, não para ilustrar, mas para aprofundar o clima de suspense eminente, criando um tempo e espaço dilatados, onde tudo pode acontecer.
Para compor esta leitura, baseada na ambientação sonora, uma das referências de Guerreiro é o episódio da narração radiofônica do livro Guerra dos Mundos, de Herbert George Wells, realizada por Orson Welles, em 1938. Na ocasião, o cineasta “relatou” uma invasão alienígena, na Costa Leste americana, e acabou desencadeando uma onda de pânico na população, tendo paralisado três cidades.  Passados 10 anos, em 1948, Welles, ainda dirigiu, produziu, roteirizou e atuou no drama Macbeth – Reinado de sangue. Este filme, junto com outros 11 títulos já produzidos sobre a emblemática peça shakespeariana compõem, em uma mixagem, as imagens projetadas durante a leitura, com apresentação única no Itaú Cultural.

 

SERVIÇO:

Leitura pública dramática e lançamento do projeto Macbeth – Som e Fúria

8 de agosto, às 20h
Duração: 90 minutos
Sala Itaú Cultural

Gratuito

Capacidade: 224 lugares

Classificação indicativa: 16 anos
Distribuição de ingressos: público preferencial: 1 hora antes do espetáculo (com direito a um acompanhante, que deve retirar o ingresso ao mesmo tempo).
Público não preferencial: 1 hora antes do espetáculo (um ingresso por pessoa).

 

7.8.2018
 
Author: Cristiane Joplin

Redatora do Guia de Teatro

Adicionar comentário