Festival Teatro Vivo – 2018

Para os meses de junho e julho, o Teatro Vivo anuncia uma programação diferente, um festival de inverno com uma atração inédita e sucessos consagrados nas recentes temporadas. Os ingressos já estão à venda, custam entre R$25 e  R$ 50 para cada espetáculo, e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Vivo. Também será oferecido um pacote especial para quem se dirigir pessoalmente às bilheterias. Também há disponibilidade de pacotes promocionais para quem tiver interesse de ver mais espetáculos do festival.

 

Saiba mais sobre os espetáculos que integram a programação do Festival Teatro Vivo:

 

O Monstro

No monólogo, inspirado em um conto de Sérgio Sant’Anna, Genézio de Barros vive um professor de filosofia que é acusado, ao lado de sua

Genézio de Barros no monólogo "O Monstro"

Genézio de Barros no monólogo “O Monstro”

mulher, de abusar de uma jovem. Em entrevista a um jornalista que em momento algum aparece em cena, o homem vai explicando seus motivos e reafirmando suas convicções.

 

Os Guardas de Taj

Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi dão vida ao texto do americano Rajiv Joseph, que se baseia nas lendas que cercam o Taj Mahal. Na peça, proibidos de olhar para o prédio, quevai ser inaugurado no dia seguinte, dois guardas enfrentam uma série de dilemas morais.

 

Boca de ouro

Dirigida por Gabriel Villela, a tragicomédia de Nelson Rodrigues narra em retrospecto a vida de Boca de Ouro, bicheiro temido e megalomaníaco, autor de alguns crimes. É a partir da investigação de seu assassinato que o público conhece sua história.

 

Contrações

A peça se passa num escritório de uma grande corporação e fala sobre uma funcionária que, convocada por sua gerente, lê uma cláusula de seu contrato que proíbe relações sentimentais e sexuais entre colegas. A partir daí, a chefe começa a manipular a moça, prejudicando sua vida privada.

 

O louco e a camisa

A peça discute o ideal de normalidade ao narrar a história de uma família que decide esconder do mundo o filho adolescente, que, por não concordar com seus valores, é considerado maluco.

 

Amigas, pero no mucho

Ao longo de uma tarde de sábado, quatro amigas interpretadas por quatro atoresconversam sobre cotidiano, corpo, trabalho, família e amizade e sobre como conciliar tudo isso em meio às suas rotinas caóticas.

 

O som e a sílaba

Concebido por Miguel Falabella especialmente para Alessandra Maestrini e Mirna Rubim, o musical conta a história de uma jovem autista com habilidade nata para a música. Em busca de alguém que lhe ajude a dar sentido à vida depois da morte dos pais, encontra alento em sua professora de canto.

 

Num lago dourado

Inspirada no longa homônimo de 1981, a peça fala sobre o amor na terceira idade e a relação entre pais e filhos. Na trama, um professor aposentado, prestes a completar 80 anos, vai com a mulher passar as férias numa casa de verão. Juntam-se a eles a filha, com quem o homem tem uma relação conturbada, seu futuro marido e seu enteado.

 

Confira a programação completa:

1 a 3, 5 e 6/6 – O Monstro

9 e 10/6 – Os Guardas de Taj

12 e 13/6 – O Monstro

15 a 17/6 – Boca de Ouro

19 e 20/6 – O Monstro

22 a 24/6 – Contrações

26 e 27/6 – O Monstro

29 e 30/6 e 1/7 – O Louco e a Camisa

3 e 4/7 – O Monstro

6 a 8/7 – Amigas, Pero no Mucho

10 e 11/7 – O Monstro

17 e 18/7 – O Monstro

20 a 22/7 – O Som e a Sílaba

24 e 25/7 – O Monstro

27 a 29/7 – Num Lago Dourado

31/7 e 1/8 – O Monstro

Já montou a sua programação?

Imperdível!

29.5.2018
 
Author: Cristiane Joplin

Redatora do Guia de Teatro

Adicionar comentário