Confira a Programação do 4º Festival Internacional Sesc de Circo

De 9 a 18 de junho de 2017, o Sesc SP realiza a quarta edição do CIRCOS – Festival Internacional Sesc de Circo, trazendo um abrangente panorama atual da produção circense, com uma programação espalhada por 13 unidades do Sesc na capital paulista que inclui 31 ações artísticas e 15 atividades formativas.

O espetáculo vietnamita “A O Lang Pho – O Vilarejo e A Cidade”, inédito na Américas, abriu o festival, no dia 9 de junho de 2017, no Sesc Vila Mariana. Com manipulação de bambus, acrobacias, dança contemporânea e música, a companhia conduz o espectador por um fascinante mergulho nas dicotomias desse país asiático, representado, em exuberantes metáforas visuais, as transições ocorridas nas últimas décadas, contrapondo a rica tradição do interior à acelerada urbanização nas cidades.

Se nas edições anteriores o festival abordou as transformações pelas quais o circo e a cidade vêm passando, sua dramaturgia e questões sobre virtuose e (des)virtuose, desta vez, o olhar é lançado para o que é centro e o que é borda. Importam as relações, os encontros, o trânsito e o que trans-borda. Para o circo não há fronteira entre centro ou periferia: o picadeiro é um espaço de intercâmbio onde artistas de diferentes países mesclam suas identidades. O resultado dessa linha de pensamento se evidencia no atual CIRCOS, composto por espetáculos multiculturais que exploram questões contemporâneas como a fragilidade humana, a velocidade das mudanças nas grandes cidades ou a convivência entre distintas culturas.

Para o diretor regional do SESC, Danilo Santos de Miranda, “o festival CIRCOS vem a ser um momento muito especial para o Sesc, no qual grupos nacionais e estrangeiros ocupam praças, palcos e outros espaços de apresentação para um congraçamento junto aos seus mais diversos públicos. Trata-se de oportunidade relevante para reafirmar uma vocação de criatividade e beleza, de transformação das dinâmicas cênicas que, em diálogo contínuo, fazem a produção contemporânea do Circo mundial se confrontar, se revelar e se atualizar com a tradição da linguagem”.

São 13 atrações internacionais, todas inéditas em São Paulo, e 18 nacionais, das quais oito são estreias. Esta edição cresce em número de sessões: ante as 105 de 2015, temos 130 em 2017, de 13 diferentes países: Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, Espanha, França, Itália, Suécia e Suíça, além da Alemanha, Finlândia, Holanda e Vietnã, que participam pela primeira vez do evento.

carta_branca_2

“Carta Branca”, da Cia do Relativo

Programação Sesc Carmo e Sesc Parque Dom Pedro II:

Espetáculos

Menu Del Giorno – Menu do Dia (Itália) | Cia Bellavita – Inédito No Brasil

Recomendação etária: livre | Duração: 40 min. | Grátis

Num cenário que recria o ambiente de uma típica trattoria italiana, daquelas cujas mesas são cobertas por toalha xadrez vermelha, dois palhaços-garçons provocam o riso em situações inusitadas manipulando pratos, garrafas, copos e o que mais encontrarem pela frente. Embalados por canções típicas, os artistas Andrea Farnetani e Antonio Tremani, da companhia romana Bellavita, trazem ao público um cardápio bem-humorado com ingredientes que vão da alegria à tensão.

Ficha técnica | Concepção e elenco: Antonio Tremani e Andrea Farnetani | Produção no Brasil: Márcia Nunes

09.06 – sexta, 14h | Sesc Pq. Dom Pedro II – Praça São Vito, s/n, Brás

13.06 – terça, 14h | Sesc Carmo | Praça do Poupatempo Sé (Praça do Carmo, s/n, Sé).

Carta Branca (São Paulo – SP) | Cia do Relativo

Recomendação etária: livre | Duração: 50 min. | Grátis

A história, construída entre o malabarismo, a acrobacia e a dança, transita do silêncio à música de um acordeão para provocar a imaginação do público. O espetáculo traz a representação de situações cotidianas realizadas com a manipulação de bancos, bolas e tábuas de madeira. Segunda criação da Companhia do Relativo, Carta Branca revela o lado humano e vulnerável de seus intérpretes, com quatro artistas de circo que se reúnem em uma sala para ocupar o vazio e transformá-lo.

Ficha técnica | Concepção e atuação: Danielle Siqueira, Victor Abreu, Otavio Fantinato e Tassio Folli | Direção: Tassio Folli

12.06 – segunda, 14h | Sesc Carmo – Praça do Poupatempo Sé (Praça do Carmo, s/n, Sé);

14.06 – quarta, 14h | Sesc Pq. Dom Pedro II – Praça São Vito, s/n, Brás.

Intervenções

Percha no Asfalto | Circo do Asfalto (São Paulo – SP)

Recomendação etária: livre. Duração: 25 min. Grátis

A paulista companhia Circo do Asfalto, criada em 2008, já levou suas intervenções a 1500 cidades do país. Em Percha no Asfalto apresenta uma técnica especial: seus integrantes usam um mastro sustentado por uma pessoa a três metros do chão enquanto outra sobe até seu topo e ali apresenta um número. Além desse elemento, o destaque vai para a palhaça Francisquinha, que se encarrega de trazer humor ao espetáculo, com linguagem moderna e de teor educativo.

Ficha técnica | Direção: Circo do Asfalto e Victor Tomate Avallos (números) | Elenco: Douglas Marinho e Fran Marinho | Banda: Henrique Rímoli e Monique Franco | Produção: Márcia Vilela

09.06 – sexta, 13h30 | Sesc Pq. Dom Pedro II – Praça São Vito, s/n, Brás

Devaneio | Cia Tempo Cyr Wheel (São Paulo – SP)

Recomendação etária: livre. Duração: 20 min. Grátis

Um equipamento, que é um misto de sofá e cama elástica, e uma roda Cyr estão no centro dessa intervenção dirigida por Ronaldo Aguiar. O acrobata e trapezista César Rossi (que iniciou sua carreira no Acrobático Fratelli e teve várias temporadas na Europa) contracena com uma violinista em uma performance de improvisação que junta música e acrobacia. O som do violino dá o tom da apresentação e norteia os movimentos do artista, que se divide entre a roda e o sofá.

Ficha técnica | Direção: Ronaldo Aguiar | Concepção: Cesar Rossi | Elenco: Cesar Rossi (roda cyr) e Daniele Rosendo (violinista) | Produção: Trixmix Produções

12.06 – segunda, 13h30 | Sesc Carmo – Praça do Poupatempo Sé (Praça do Carmo, s/n, Sé)

A Sanfonástica Mulher Lona | Lívia Mattos (Salvador – BA)

Recomendação etária: livre. Duração: 30 min. Grátis

O que vem à sua cabeça quando falamos de circo? Com essa provocação, a musicista, circense e socióloga Lívia Mattos percorreu o Brasil e o Cabo Verde pesquisando arquétipos presentes na memória afetiva do circo. O resultado são pequenos contos que misturam ficção e realidade, apresentados nessa intervenção intimista em que Lívia, a Sanfonástica Mulher Lona, encarna o próprio circo, vestida com sua lona itinerante. Munida de sua inseparável sanfona, ela apresenta um miniconcerto, misturando música ao vivo e jogos cênicos. Com o “menor espetáculo da Terra”, como ela mesma gosta de definir, promove um resgate da memória do circo.

Ficha técnica | Concepção e elenco: Lívia Mattos | Cenário-figurino: Dora Moreira, Flávio Oliveira e Marcos Nunez

14.06 – quarta, 13h30 | Sesc Pq. Dom Pedro II – Praça São Vito, s/n, Brás.

Atividade formativa

Vivência Malabarismo Possível | Cia do Relativo

Recomendação etária: livre | Duração: 90 min. | Grátis

A vivência criada a partir da cenografia do espetáculo Carta Branca oferece a crianças e adultos a possibilidade de experimentar jogos cooperativos a partir de conceitos do malabarismo. Em quatro instalações, os artistas atuam como mediadores, facilitando a inserção de diferentes dinâmicas com os participantes, sejam eles iniciantes ou experientes.

Dia 14.06 – quarta, às 15h | Sesc Pq. Dom Pedro II – Praça São Vito, s/n, Brás

SBUZZ_Port-Telhado

“Telhado de Ninguém”, espetáculo da Companhia do Polvo

Serviço:

Sesc Carmo – Rua do Carmo, 147 | Tel. (11) 3111-7000

Sesc Parque Dom Pedro II – Praça São Vito, s/nº | Tel. (11) 3311-9651

13.6.2017
 
Author: Cristiane Joplin

Redatora do Guia de Teatro

Não é permitido comentar nesta página.