DUPLOS: série de performances improvisadas evidenciam a íntima relação entre bailarinos e músicos

Nos dias 23, 24, 30 e 31 de março, o Sesc Vila Mariana convida o público para uma série de quatro encontros, que mesclam a arte da música e da dança, em apresentações que difundem a arte da improvisação entre linguagens. DUPLOS conta com a participação de Patrícia Árabe e André Damião (23/03), Érica Tessarolo e Felipe Merker (24/03), Nina Giovelli e Loop B (30/03) e Cristian Duarte e Luiz Galvão (31/03). As performances ocorrem na Praça de Eventos da Unidade, às 20h e são gratuitas.

Duplos_Erica Tessarolo e Felipe Merker_foto divulgacao (1)

A artista Erica Tessarolo faz parte do projeto DUPLOS

Em DUPLOS, não há prévio ensaio, o trabalho interativo e de reconhecimento entre os integrantes de cada performance se desenvolve durante a apresentação. O público em questão é estimulado a adentrar os caminhos percorridos da relação estabelecida entre o corpo e o som, sendo que plateia e artistas tornam-se cúmplices de um acontecimento no interior de uma composição. A proposta dos idealizadores Thiago Salas e Talita Florêncio, é de se colocarem como acionadores de um espaço de encontro, no qual a improvisação é o principal foco, sendo responsáveis pelo planejamento da acomodação, disposição e instalação.

Reafirmando o acaso como ponto alto da proposta de junção destes artistas, DUPLOS pretende possibilitar ao espectador a chance de dividir, segundo a segundo, o acontecimento e sua constante atualização no fluxo de uma criação que se transforma a cada instante, cada estímulo, cada resposta. Os conflitos, os caminhos, as escolhas e as estratégias feitas livremente pelos artistas, durante a performance, serão divididas com a mesma crueza e honestidade que o momento e a natureza do presente pode suscitar.

Artistas que farão performances em DUPLO:

Duplos_Patricia Arabe e Andre Damiao Bandeira_foto divulgacao (2)

Patricia Arabe faz parte do projeto DUPLOS de performance

Patrícia Árabe: bacharel e licenciada em dança pela UNICAMP e integra o Núcleo FUGA! desde 2009, coordenado por Renato Ferracini. É também integrante e fundadora do Grupo Vão.

André Damião: compositor multimídia formado em composição com ênfase em Música Eletroacústica pela UNESP, e mestre em Sonologia pela ECA-USP. Desenvolveu ao longo dos últimos anos trabalhos nas áreas de: música de câmara, música eletroacústica, performances áudio visuais, vídeo arte e instalações sonoras e interativas.

Érica Tessarolo: dançarina e artista plástica, com formação em Dança e Artes Plásticas pela UNICAMP. Transita entre a carreira solo e a participação em grupos artísticos, priorizando processos criativos que coloquem em diálogo diferentes linguagens artísticas.

Felipe Merker: mestre e doutor em música na área de Processos Criativos junto ao Instituto de Artes da Unicamp, e bacharel em composição musical pela Faculdade Santa Marcelina. É também compositor, artista multimídia, pesquisador e professor. Suas pesquisas práticas e teóricas atuais têm como campo problemático a criação musical em relação a outras práticas artísticas, como o vídeo e a dança, especificamente em contextos de criação coletiva e colaborativa.

Nina Giovelli: graduada em Dança pela UNICAMP. Atua também como interprete-criadora e pesquisadora e colabora com outros artistas de dança, música, teatro, fotografia e cinema. Orienta processos de criação em dança no Programa Vocacional da cidade de São Paulo.

Exercicios Compartilhados. Direção Adriana Grechi Apresentaçao na Galera Olido em 16/04/2014 foto Jonia Guiamraes Sao Paulo 2014

Nina Giovelli faz parte do projeto DUPLOS

Loop B: percussionista das sucatas e um dos pioneiros da música eletrônica brasileira. Cria sua música a partir da junção de samples processados no computador, complementados por teclados, e percussão rústica, em sucata; uma espécie de primitivismo high-tech.

Cristian Duarte: coreógrafo, diretor e bailarino. Seu trabalho como coreógrafo tem sido apresentado no Brasil e internacionalmente, em países como Suécia, Cingapura, Espanha, Alemanha, Holanda, França, Inglaterra, Portugal, Bélgica, Uruguay e Chile. Desde 2011 desenvolve a residência artística LOTE – um contexto que tem por princípio estimular práticas de trabalho compartilhado e a experimentação em dança, além de ser cosmo fundamental para a continuidade da sua ação coreográfica.

Luiz Galvão: estudou guitarra com Aldo Landi e improvisação no jazz com Bob Wyatt. Em agosto de 2011 participou da Dutch Impro Academy, na Holanda, onde tocou ao lado de ícones da improvisação livre, como o baterista Han Bennink. É um dos fundadores e articuladores do Circuito de Improvisação Livre, que promove, desde 2012, concertos, vivências e oficinas.

Serviço:
DUPLOS
Patrícia Árabe e André Damião Bandeira: 23 de março, às 20h
Érica Tessarolo e Felipe Merker: 24 de março, às 20h
Nina Giovelli e Loop B: 30 de março, às 20h
Cristian Duarte e Luiz Galvão: 31 de março, às 20h
Local: Praça de Eventos
Duração: 50 minutos
Livre | Grátis
Para mais informações acesse o Portal Sesc SP: www.sescsp.org.br ou telefone: 11 5080-3000

10.3.2017
 
Author: Cristiane Joplin

Redatora do Guia de Teatro

Adicionar comentário